Resumo sobre a atual Pandemia causada pelo novo coronavírus

Pax et bonum!
Salve Maria!



Hoje é 17 de março de 2020, dia de São Patrício, terça-feira da III Semana da Quaresma.
Talvez não haja assunto mais comentado atualmente nas famílias, nas empresas, nas rodas de amigos no mundo todo do que a pandemia do novo coronavírus (SARS-CoV-2), originado na China.
O novo coronavírus foi "descoberto", "encontrado" em dezembro de 2019 na China, na cidade de Wuhan. A doença causada ficou sendo chamada de COVID-19 a partir de 11/02/2020 pela OMS (Organização Mundial de Saúde). O novo vírus foi nomeado recentemente como SARS-CoV-2 ou Coronavírus relacionado à Síndrome Respiratória Aguda Grave 2.
A pandemia foi declarada/reconhecida no último dia 11.
O relatório da OMS de ontem (16/03/2020) indicou, a nível global, 167.515 infectados e 6.606 mortos. Dai-lhes, Senhor, o descanso eterno!
O relatório de ontem da Plataforma Integrada de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde do Brasil dá conta de 234 casos confirmados em nosso país. Hoje, 17/03, foi noticiado o primeiro óbito em terras brasileiras, no Estado de São Paulo. Que a luz perpétua o ilumine.

Há 17 anos, em 2003 (ou talvez desde novembro de 2002), houve uma epidemia de um tipo anterior de coronavírus, o causador da SARS. A concentração também se deu na China. 8.096 pessoas foram infectadas e 774 pessoas morreram, segundo algumas fontes.
No ano seguinte, 2004, falou-se muito da "gripe aviária", transmitida pelo vírus H5N1.
Há 11 anos, em 2009, houve a pandemia da gripe influenza A(H1N1), que por um tempo se designou popularmente como "gripe suína". Teve sua origem no México. Chegamos a postar algo a respeito aqui e aqui. A pandemia foi declarada em abril de 2009.

Os sintomas da doença, as formas de cuidado e outras informações importantes podem ser conferidos no material oficial do Ministério da Saúde do Brasil, aqui. Contentamo-nos a compartilhar os links dada a abundância de material formal, específico e oficial sobre o assunto.

Em próximas postagens comentaremos as diretrizes dadas pelos pastores da Igreja no Brasil.

Senhor, tende piedade de nós!
Nossa Senhora da Conceição Aparecida, rogai por nós!
São José, rogai por nós!
São Pedro de Alcântara, rogai por nós!

Comentários

Mais acessadas no último mês

A forma longa da Vigília de Pentecostes

Rosário em Latim

Batina - algumas perguntas e respostas

Como deve ser o toque da sineta/carrilhão na Consagração?

Sobre a saudação Dominus vobiscum (O Senhor esteja convosco) e sua resposta