Relendo a Carta Apostólica ADMIRABILE SIGNUM, do Papa Francisco

Salve Maria!

Você sabia que no ano passado o Santo Padre escreveu uma Carta Apostólica "sobre o significado e valor do presépio"? Esta Carta se chama "ADMIRABILE SIGNUM" (= sinal admirável) e foi assinada no Santuário de Greccio, na Itália, comuna onde, numa gruta, São Francisco de Assis teria criado o primeiro presépio.

Logo no início, declara o Santo Padre:

Com esta Carta, quero apoiar a tradição bonita das nossas famílias prepararem o Presépio, nos dias que antecedem o Natal, e também o costume de o armarem nos lugares de trabalho, nas escolas, nos hospitais, nos estabelecimentos prisionais, nas praças… Trata-se verdadeiramente dum exercício de imaginação criativa, que recorre aos mais variados materiais para produzir, em miniatura, obras-primas de beleza. Aprende-se em criança, quando o pai e a mãe, juntamente com os avós, transmitem este gracioso costume, que encerra uma rica espiritualidade popular. Almejo que esta prática nunca desapareça; mais, espero que a mesma, onde porventura tenha caído em desuso, se possa redescobrir e revitalizar.

No restante da Carta, o Papa Francisco discorre sobre as várias partes e símbolos tradicionais presentes no presépio. Antes, porém, ele recorda a origem do presépio nos pormenores do nascimento de Jesus Cristo, como descrito nos Evangelhos, bem como na prática iniciada por São Francisco de Assis em 1223.

Afresco do séc. XIV na gruta/capela, no Santuário de Greccio, representando à esquerda o Natal de Greccio com São Francisco e, à direita, o Nascimento do Senhor Jesus Cristo em Belém

Ficam para todo o povo cristão, em forma de exortação, as seguintes palavras:

Armar o Presépio em nossas casas ajuda-nos a reviver a história sucedida em Belém. Naturalmente os Evangelhos continuam a ser a fonte, que nos permite conhecer e meditar aquele Acontecimento; mas, a sua representação no Presépio ajuda a imaginar as várias cenas, estimula os afetos, convida a sentir-nos envolvidos na história da salvação, contemporâneos daquele evento que se torna vivo e atual nos mais variados contextos históricos e culturais. (...)

Queridos irmãos e irmãs, o Presépio faz parte do suave e exigente processo de transmissão da fé. (...)

Na escola de São Francisco, abramos o coração a esta graça simples, deixemos que do encanto nasça uma prece humilde: o nosso 'obrigado' a Deus, que tudo quis partilhar conosco para nunca nos deixar sozinhos.

Neste ano, neste Advento, neste Natal, que tal investir mais no presépio do que numa árvore, em luzes, em bolas e fitas coloridas?

Você pode ler a Carta Apostólica Admirabile Signum na íntegra aqui.

Saudações.

Comentários

Mais acessadas no último mês

Rosário em Latim

A forma longa da Vigília de Pentecostes

Como deve ser o toque da sineta/carrilhão na Consagração?

Tríduo em Honra da Natividade de São João Batista

Sobre a saudação Dominus vobiscum (O Senhor esteja convosco) e sua resposta