segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Papa João Paulo II é reconhecido Venerável


Papa Bento XVI, como era esperado, concedeu o Decreto da Heroicidade das Virtudes ao seu antecessor.

Como havía sido noticiado no site "Santos do Brasil", estava concluído o processo da heroicidade das virtudes na Congregação para as Causas dos Santos, e entregue o resultado ao Papa Bento XVI para que ele tomasse a decisão de conceder ou não o decreto ao Servo de Deus. Em audiência sábado, dia 19 de dezembro de 2009, o Papa emanou vários decretos:

- decretos de Heroicidade das Virtudes para 10 Servos de Deus (que se tornaram, assim, Veneráveis),

- decreto sobre o Martírio para um servo de Deus (que será então beatificado),

- decretos aprovando um milagre para 5 Veneráveis (que se tornarão então beatos)

- e decretos aprovando um milagre para 5 Beatos (que serão, então, canonizados).

Entre os servos de Deus que se tornaram veneráveis está também o Papa Pio XII, papa que enfrentou os terrríveis anos da segunda guerra mundial com grande coragem e determinação, e cuja figura foi alvo de inúmeros e injustos ataques, muitos anos após sua morte, como se ele tivesse sido um colaborador de Hitler. Felizmente, o próprio mundo hebraico tem trabalhado ultimamente para dar a conhecer , com grande quantidade de documentos e relatos de sobreviventes do holocausto, o quanto o Papa Pio XII atuou contra os planos de Hitler, salvando milhares de judeus da morte certa.

Falta, agora, a conclusão do processo do milagre.

Para que João Paulo II possa ser beatificado, falta concluir-se o processo do presunto milgre obtido por sua intercessão, a cura da religiosa francesa que sofria do mal de Parkinsson. Ao concluir-se esse processo, será submetido ao Papa Bento XVI, e caso ele queira conceder a este fato o reconhecimento de autêntico milagre, então tudo estará pronto para a beatificação.


Conclui-se a fase mais difícil e demorada da sua causa de canonização, bem como a mais significativa e importante, segundo o referido site.

Fonte: www.santosdobrasil.org

Nenhum comentário: