quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

Os passos da reforma litúrgica pós-conciliar - Os dois opostos, segundo o Cardeal Lercaro

Pax et bonum!

O Ordo de 1965 foi apresentado, os abusos cometidos já nesse tempo, antes do Ordo renovado entrar em vigor, foram indicados pelo Pe. Bugnini como fruto da "tentação das experiências"... Seis dias antes do I Domingo da Quaresma daquele ano (07/03), ou seja, no 1º de março, Sua Eminência, o Cardeal Giacomo Lercaro, então presidente do Consilium, ou seja, o superior imediato do Pe. Bugnini, e também Arcebispo de Bolonha, fez uma exposição sobre o que chamou de dois aspectos opostos nas reações suscitadas por conta da reforma litúrgica anunciada. Segundo ele, haviam "os que consideram a reforma como nociva" e "aqueles que vão longe demais". Seriam estes os autores das reações que criam obstáculos à reforma litúrgica.
A perspectiva do autor é interessante e revela alguns problemas enfrentados naquele período, ainda meses antes do término do Concílio, como fazemos questão de lembrar. Também esclarece o posicionamento provavelmente compartilhado por todos ou quase todos os membros do Consilium acerca tanto do "tradicionalismo" como do "progressismo" litúrgicos.
A conferência está disponível aqui no Gloria.TV.

Por Luís Augusto - membro da ARS

Nenhum comentário: