Orientações da CNBB para Celebrações Comunitárias em Tempo de Pandemia

Pax et bonum!

Caros irmãos, o site da Arquidiocese de Teresina noticiou que a CNBB enviou aos bispos um conjunto de orientações para o retorno das celebrações comunitárias, que ocorrerão de acordo com cada realidade em consonância com as normas dos respectivos governos (municipais, estaduais, etc). A Comissão Episcopal Pastoral para Liturgia da CNBB, de fato, tornou públicas as orientações para celebrações comunitárias datadas de 21 de maio deste ano.

Seja como for, dependendo de cada Diocese, Cidade e Estado, a leitura do documento é interessante, sobretudo para quem exerce ministérios (ordinários, instituídos, extraordinários e outros) para se ter uma noção de como será o contexto litúrgico (ao menos para a Forma Ordinária do Rito Romano) no pós-pandemia. Compreendamos: enquanto o país ainda apresentar recordes no número de infectados e mortos (requiescant in pace), encontraremos dificuldade para o retorno total das celebrações.

As situações são diversas. Em nosso Estado do Piauí, segundo os dados da Secretaria de Estado da Saúde de hoje (02/06, 19h), já foram 5.828 casos confirmados, 507 altas médicas e 192 óbitos.
Particularmente em Teresina foram 2.531 casos confirmados e 101 óbitos.

Continuemos com a oração, as obras de misericórdia (corporais e espirituais) e as mortificações (interiores e exteriores) pedindo a Deus que detenha a pandemia, cure os doentes e receba com misericórdia os falecidos.

Que a Santíssima Virgem Maria, concebida sem pecado, Senhora da Vitória, das Dores e do Amparo, interceda por nós.

As Orientações da CNBB para as Celebrações Comunitárias no contexto da pandemia da COVID–19 podem ser lidas aqui.

Comentários

Mais acessadas no último mês

Rosário em Latim

Como deve ser o toque da sineta/carrilhão na Consagração?

Batina - algumas perguntas e respostas

Sobre a saudação Dominus vobiscum (O Senhor esteja convosco) e sua resposta

O lugar do batistério na igreja