sábado, 19 de maio de 2012

Orações litúrgicas para pedir chuva

Pax et bonum!

Em janeiro do ano passado recomendamos as orações para pedir bom tempo, por conta das enchentes, inundações e consequentes deslizamentos de terra, que vitimaram centenas de pessoas no estado do Rio de Janeiro.
Nestes dias voltamos o olhar para nosso nordeste, sobretudo para nosso Piauí.

Alguns noticiários já consideram a seca atual como uma das piores nos últimos 30 anos, em alguns estados.
No Piauí são 114 municípios, até onde tomamos conhecimento, em situação de emergência. No nordeste inteiro são 833, afetando cerca de 4 milhões de pessoas. Plantações estão se perdendo e animais morrem de fome e sede.
Obviamente os governos municipais, estaduais e federal devem fazer algo. Os cristãos também devem fazer algo a respeito, ajudando os mais afetados na medida de suas possibilidades. É uma ocasião forçosa para se exercitarem as boas obras. Institutos de pesquisa, desenvolvimento e sustentabilidade também devem colocar esforços na busca de soluções contra o agravamento destas situações.
Todavia, não contamos apenas com esse tipo de auxílio, mas também com a oração, com o bom Deus, único e verdadeiro, de quem nos vem todo bem e toda graça.
Nós da ARS, portanto, pedimos humildemente aos sacerdotes das regiões afetadas, que celebrem o Santo Sacrifício pedindo a Deus o dom das chuvas, conforme está no Missal Romano. A Missa para isto não está no Missal Romano à toa. Sua eficácia não é, nunca foi e jamais será mágica, mas vem do sacrifício de Cristo; vem da promessa de Deus Pai de ouvir nossa oração feita em nome de Cristo, nosso Senhor, no Espírito Santo; vem da autoridade da Igreja, Esposa de Cristo, quando unida ao seu Senhor, em oração.
Depois da oração litúrgica, certamente recomendamos o terço com a súplica pelas chuvas e é bom que se considere a importância de relembrar ao povo a necessidade de se viver em santidade.
Os fieis leigos também podem inserir a Collecta e a Postcommunio abaixo em sua oração particular, intercedendo pelos irmãos que sofrem nestes tempos.
"Se seguirdes minhas leis e guardardes os meus preceitos e os praticardes, eu vos darei as chuvas nos seus tempos." (Lv 26,3)
Seguem as orações litúrgicas com traduções livres nossas.

Para a Forma Ordinária (Missæ et orationes ad diversa)
AD PETENDAM PLUVIAM
Collecta
Deus, in quo vívimus, movémur et sumus, plúviam nobis tríbue congruéntem, ut, præséntibus subsídiis sufficiénter adiúti, sempitérna fiduciálius appetámus.
Per Dóminum...
(Deus, em quem vivemos, nos movemos e somos, concedei-nos a chuva na medida certa, a fim de que, ajudados suficientemente pelos bens presentes, cheguemos com confiança aos bens eternos.)

Para a Forma Extraordinária (Orationes diversæ)
AD PETENDAM PLUVIAM
Oratio
A mesma acima.

Secreta
Oblátis, quǽsumus, Dómine, placáre munéribus: et opportúnum nobis tríbue plúviæ sufficiéntis auxílium.
Per Dóminum...
(Aplacai-vos, Senhor, nós vos pedimos, pelos dons oferecidos, e concedei-nos o oportuno auxílio da chuva necessária.)

Postcommunio
Da nobis, quǽsumus, Dómine, plúviam salutárem: et áridam terræ fáciem fluéntis cæléstibus dignánter infúnde.
Per Dóminum...
(Dai-nos, Senhor, nós vos pedimos, a chuva benéfica, e derramai complacente as ondas do céu sobre a terra seca.)

Nenhum comentário: