quarta-feira, 7 de setembro de 2011

7 de setembro - Independência do Brasil

Pax et bonum!

Hoje, 7 de setembro, comemoramos a Independência do Brasil [em relação a Portugal, tornando-se uma nação livre e soberana], proclamada no ano de 1822, sob a regência do príncipe Dom Pedro I. 
Embora tendo sido obscurecida, outra data que tem grande relevo no assunto é 12 de outubro, do mesmo ano, quando se deu a coroação de Dom Pedro I como Imperador do Brasil.
Para a ocasião foi composto o Hino da Independência (letra e música).

O Missal Romano traz, em sua Forma Ordinária, uma Oração PRO PATRIA VEL CIVITATE, que nos faz bem recordar e rezar no dia de hoje. Segue o texto latino com uma tradução livre minha:


Deus, qui mirábili consílio univérsa dispónis, súscipe benígnus quas pro pátria nostra tibi fúndimus preces, ut sapiéntia moderatórum et honestáte cívium concórdia et iustítia firméntur, atque fiat cum pace prospéritas perpétua. Per Dóminum.
Ó Deus, que de modo admirável dispondes todas as coisas, recebei benigno as preces que vos apresentamos pela nossa pátria, para que, pela sabedoria dos governantes e pela honestidade dos cidadãos, firmem-se a concórdia e a justiça, bem como se alcance na paz a perpétua prosperidade. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, que convosco vive e reina na unidade do Espírito Santo, Deus, por todos os séculos dos séculos. Amém.

É-nos também conhecida a Oração dita "pela Pátria, pela Igreja e pelo Santo Padre":
Deus e Senhor nosso, protegei a vossa Igreja, dai-lhe santos pastores e dignos ministros. Derramai as vossas bençãos sobre o nosso Santo Padre, o Papa, sobre o nosso (Arce)bispo, sobre o nosso pároco e sobre todo o clero; sobre o Chefe da Nação e do Estado para que governem com justiça. Dai ao povo brasileiro paz constante e prosperidade completa. Favorecei, com os efeitos contínuos de vossa bondade, o Brasil, este (arce)bispado, a paróquia em que habitamos, a cada um de nós em particular e a todas as pessoas por quem devemos orar ou que se recomendaram às nossas orações. Tende misericórdia das almas dos fiéis que padecem no purgatório: dai-lhes, Senhor, o descanso e a luz eterna. Amém.

Pensando no dia de hoje, recordei-me da Aparição de Nossa Senhora das Graças em Pernambuco, na década de 30. É necessário que rezemos e façamos penitência pelo nosso país. Se isso foi pedido nos anos 30 do século passado, olhemos para nossa nação e temamos, pois grandes males têm se abatido sobre nós, sobretudo pela libertinagem das ideias defendidas pelos nossos governantes e por tantos que acreditam estar numa "marcha da liberdade" ao defenderem a revolução, os contra-valores e outras tantas imoralidades.

Renovai-nos, nosso Deus e Salvador, 
esquecei a vossa mágoa contra nós!
Ficareis eternamente irritado? 
Guardareis a vossa ira pelos séculos? 
Não vireis restituir a nossa vida,
para que em vós se rejubile o vosso povo? 
Mostrai-nos, ó Senhor, vossa bondade, 
concedei-nos também vossa salvação!
Sl 84(85),5-8

Deus abençoe o Brasil.
Por Luís Augusto - membro da ARS

Nenhum comentário: