quinta-feira, 2 de abril de 2009

15 conselhos de ouro para os servidores do Altar


1) Considerar uma grande honra o ser acólito (= não instituído, coroinha). Esforçar-se por honrar este cargo e ser fiel a esta graça.

2) Fazer bem cada movimento e com exatidão. Por exemplo: preparar o altar, ajudar na Missa, acender os carvões do turíbulo, as entradas e saídas das cerimônias. Dar o melhor de si.

3) Piedade. Grande amor a Jesus Eucaristia. Fazer uma visita ao Santíssimo cada vez que for à igreja. Ação de graças após a comunhão. Rosário (ou terço) diário à Nossa Senhora.

4) Estado de graça. Permanecer sempre na amizade com Deus. Se cair em pecado, confessar-se o quanto antes. Fugir das ocasiões de pecado (TV, más companhias, maus ambientes).

5) Conhecer-se e corrigir-se. Temos defeitos e fraquezas. Aceitar as correções com humildade. Pedir a graça de Deus.

6) Seriedade e responsabilidade no cumprimento do dever. Levar a sério as ordens, os avisos, as cerimônias, os deveres próprios do acólito.

7) Não olhar para os fiéis ou outras partes durante as cerimônias.

8) Permanecer erguido, em posição reta:
 - Ajoelhado: erguido, as mãos juntas, sem cruzar ou mover os pés;
 - Em pé: os pés endireitados, as mãos juntas;
 - Sentado: o corpo erguido, os joelhos juntos, as mãos sobre as pernas;
 - Caminhando: compassadamente. Os olhos baixos. Não caminhar para trás.

9) Realizar cada ação somente depois de ter concluído a anterior. Sentar-se, ajoelhar-se, colocar-se de pé (não se apoiar quando estiver em pé).

10) Atenção às cerimônias. Fazer as coisas bem e compassadamente, mas com prontidão e desenvoltura. Ensaiar. Aprender bem.

11) Simetria e sincronização nas cerimônias. Realizar as ações junto com os outros ao mesmo tempo, por ex: as inclinações e as respostas da Missa. Guardar sempre a mesma distância quanto aos outros acólitos.

12) Silêncio: na igreja, na sacristia. Não conversar na igreja, não rir, não gesticular.

13) Pronunciar bem as palavras [em latim].

14) Respeito e obediência aos sacerdotes, superiores e cerimoniários mais velhos.

15) Bom exemplo: no catecismo, na escola, na rua, na igreja. Observar um comportamento exemplar (que motive a ser imitado). Fazer as coisas com dedicação, piedade e zelo.

Traduzido por Luís Augusto - membro da ARS
Obs: Não me responsabilizo pelo conteúdo do site.

Nenhum comentário: