terça-feira, 31 de maio de 2011

Celebra-se hoje o 80º aniversário da proclamação de Nossa Senhora Aparecida como Padroeira do Brasil

APARECIDA, 31 Mai. 11 / 02:44 pm (ACI)

Há exatamente 80 anos, o Brasil aclamava a Virgem de Aparecida como sua Padroeira, recordou hoje o Portal A12 do Santuário Nacional. O decreto que proclamava a Virgem de Aparecida como padoreira da nação foi assinado pelo papa Pio X no dia 16 de julho de 1929 e a proclamação oficial se deu no Rio de Janeiro, então Capital Federal, no dia 31 de maio de 1931.

A nota de hoje, 31, do Portal A12 conta que logo após a realização do Congresso Mariano de 1929, por empenho do então arcebispo do Rio de Janeiro, Dom Sebastião Leme, e do reitor do Santuário na época, padre Antão Jorge Hechenblaickner, os bispos presentes no Congresso pediram e obtiveram do Papa Pio X, a graça de Nossa Senhora Aparecida ser declarada Padroeira do Brasil.

O Missionário Redentorista, padre Júlio Brustoloni descreve em seu livro ‘História de Nossa Senhora Aparecida: A Imagem, o Santuário e as Romarias’ que naquele ano, a Imagem foi conduzida, saindo de Aparecida no dia 30 de maio para o Rio de Janeiro.

“A Imagem deixou seu nicho e foi conduzida pelo povo de Aparecida até a Estação local. Preces, lágrimas e emoção acompanhavam essa peregrinação histórica”, descreve padre Júlio no livro.

A publicação ainda relata que cerca de um milhão de pessoas foram prestar suas homenagens à Padroeira naquele dia 31. De manhã, o ponto alto foi a Missa Campal celebrada diante da Igreja de São Francisco de Paula, onde a multidão cantou e rezou participando da eucaristia.

Mais tarde, uma procissão conduziu a Imagem para a Praça da Esplanada do Castelo. Junto do altar da Padroeira, encontrava-se o então presidente da república, Getúlio Vargas, Ministros de Estado, autoridades civis, militares e eclesiásticas. O Núncio Apostólico, Dom Aloísio Masella também esperava pela Virgem de Aparecida junto ao povo.

Era o Brasil que se consagrava à sua Senhora e Mãe, relata a nota do Portal A12 recordando a oração de consagração:
Senhora Aparecida, o Brasil é vosso!
Rainha do Brasil, abençoai a nossa gente.
Paz ao nosso povo! Salvação para a nossa Pátria!
Senhora Aparecida, o Brasil vos ama,
O Brasil, em vós confia!
Senhora Aparecida, o Brasil vos aclama,
Salve Rainha!
Após os atos de consagração e prece, Dom Duarte levou a Imagem para o carro-capela, estacionado na Estação Dom Pedro II com destino à Aparecida.
Na época, o Superior Vice-Provincial, padre José Francisco Wand escreveu no livro de ponto da paróquia que é absolutamente certo que o dia 31 de maio de 1931 seria sempre um dos mais memoráveis na história eclesiástica da Terra de Santa Cruz.

“Este dia significa para Aparecida o desenvolvimento grandioso das romarias”, afirmava a mensagem.

Atualmente, o Santuário Nacional de Aparecida, local onde se encontra a Imagem da Padroeira do Brasil, aos cuidados dos Missionários Redentoristas acolhe centenas de romarias vindas de todas as partes do país para saudar a Padroeira do Brasil.

2 comentários:

Prof. Francisco Castro disse...

NOSSA SENHORA SEMPRE FOI A PADROEIRA DO BRASIL. DESDE O SEU DESCOBRIMENTO INVOCADA COMO NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO. A IMAGEM APARECIDA NAS AGUAS É UMA IMAGEM DA PADROEIRA DO BRASIL E NÃO UMA IMAGEM PRA SER A PADROEIRA. NECESSÁRIO É UNIFICAR O CULTO À IMACULADA CONCEIÇÃO COM A SUA IMAGEM NO BRASIL. POIS UMA IMAGEM,MESMO DA IMAGEM SÓ TEM VALOR POR QUEM REPRESENTA E NÃO POR ELA MESMA. A IMAGEM APARECIDA FOI UM PRESENTE DE NOSSA SENHORA PARA AGRADECER O CULTO A SUA IMACULADA CONCEIÇÃO.

Luís Augusto disse...

Um bom exemplo de devoção à Virgem Imaculada e que não se vê tanto, são as comunhões dos primeiros sábados, em reparação das ofensas ao Imaculado Coração de Maria.